Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

EU TAMBÉM

Eu adoro a liberdade de expressão. Que bom que vivemos numa era democrática, num país democrático...
Falar sobre livros, filmes, religião e política sempre geram algum burburinho, e eu adoro isso. O bom mesmo seria discutir o assunto frente a frente, quem sabe bebendo um bom café , uma cervejinha ou um vinho, mas como isso é impossível no momento, tá valendo os comentários no blog.
Fiquei bem feliz em ler todos os comentários. Não discordo de ninguém. Só a título de curiosidade, li todos os 4 livros da saga Twilighters e confesso, tinha insônia. O livro nos prende de uma certa maneira, acredito eu por ser muito enrolado, e a ansiedade faz com que a gente continue a leitura. E tem os vampiros, os lobos, ai que medinho.
Eu também queria muiiiiiiiiiiito um Edward Culen na minha vida, e qual mulher não iria querer? E quando falo que ler essa saga é perda de tempo, significa que eles não nos acrescentam nenhum tipo de cultura, conhecimento, apenas distração.É como assistir Zorra Total ou Pânico na tv, ou então ler Paulo Coelho.
Quando se tem 13, 15 anos, qualquer leitura é válida, afinal é melhor ler qualquer coisa a não ler nada. Mas hoje em dia eu procuro ler autores que me acrescentam algo. Dan Brown, em O código da Vinci, nos mostra o quanto foi difícil escrever um livro. Ele uniu pesquisa histórica com romance e eu amei. Mas quando assisti ao filme, eu achei que o diretor detonou com todo o trabalho do autor do livro, que foi tão rico em pesquisa e detalhes que não poderiam ter sido deixados de lado na trama. Anjos e Demônios não me chamou a atenção, então nem comprei o livro, mas o filme estava aqui por casa (as meninas pegaram pra assistir) e eu resolvi assistir. Por isso, não posso fazer um paralelo entre livro e filme porque só conheço o segundo.
O filme Crepúsculo, só entende quem leu o livro, bem como o Código da Vinci. O que eu me pergunto é: o que Stephenie Meyer põe de bom em seus livros que nos acrescente algo? E tentando ter uma visão um pouco jovem do livro, tentando me colocar na idade de 15 anos, vejo várias partes, dos 4 livros, que levam as meninas à rebeldia, desobediência e até suicídio. Quem não lembra quando Bella entrou em depressão porque Edward terminou com ela? Lembram que ela se jogou de um penhasco? Ela não comia, não saía com os amigos...
Eu trabalho com meninas de 10 a 17 anos. E conheço as influências de um livro mal escrito na vida de uma menina de personalidade confusa. Esses livros devem ser indicados com parcimônia. Mas o problema é que não existe menina dessa faixa etária que ainda não tenha lido todos os 4 livros. Aqui em casa ele foi lido ainda em inglês, tamanha era a ansiedade de conhecer logo a próxima etapa.
E tem mais, pra quem leu Isabel Allende, Garcia Marquez, Saramago etc, digerir Stephanie Meyer é meio complicado. Mas como sou rata de leitura, não posso dizer "dessa água não beberei"pois se ela lançar um quitno livro, vou ler também, nem que seja só pra voltar aqui e falar mal dela rs.
Boa semana

17 comentários:

Fabiana disse...

Vivian,
Seu post anterior rendeu, hein?!?
rs..rs...rs..
Mas é bem como você escreveu, eu tenho esse problema de expressar o que eu gosto e o que eu não gosto, porque sempre virá uma grande discussão.
Por isso, fiz outro blog de desabafos...lá eu falo mesmo!
Eu também comentei no post anterior, que comprei os 4 livros, mas não li nenhum, comprei no impulso,(coisa de mulher romântica, que adora filmes de amor,bla, bla), mas depois que eu ler(se eu ler..rs..rs..), vou postar o meu parecer...rs..rs..rs
bjs

Marly disse...

Oi, Vívian,
Cheguei aqui por acaso, mas... lá vai o meu comentário: Os tais livros (e filmes!) citados realmente não têm qualidade! São, quando muito, entretenimento descompromissado e destinado exclusiva (e estritamente) a pessoas de uma faixa etária ou classe, digamos, intelectual. Eu ganhei todos os livros de Dan Brown num lote só (não consegui ler nenhum, apesar de saber das extensas pesquisas feitas por ele, para escrever os últimos). Para alguém que já leu um pouco, fica tão evidente os artifícios e manipulações para prender o leitor, que a coisa perde toda a graça. Há diferenças enormes entre livros de assuntos mais ou menos semelhantes como "O código da Vinci" e "O Nome da Rosa", sabe por que? O primeiro é um livro comercial, o segundo, um bom livro!. Os referidos filmes também não consegui ver (e tentei ver o 'Código' e 'Anjos'). Os livros da tal Stephenie Meyer nem pensei em ler. Pelos rumores, logo vi que esses é que são mesmos dirigidos a uma certa faixa etária, o que depõe contra eles, pois os livros realmente universais atingem e encantam gente de qualquer classe ou idade, independentemente daquela a qual foi destinado (e estão aí o "Alice no país das Maravilhas" e outros tantos, inclusive mais recentes, para prová-lo!). Mas, enfim, muita gente que está vivendo a fase do interesse adolescente romântico vai mesmo sucumbir ao apelo do marketing das editoras. Eu, pessoalmente, não presentearia alguém com um livro (ou filme desses!). Outra coisa, prepare-se para se ver obrigada a fazer a seguinte escolha: expor a sua opinião com sinceridade ou fazer média com a massa.
Beijão

Yanna Clementino disse...

Vc tem razao. Pra quem nao tem tempo pra nada nao pode perder o pouco tempo que tem lendo besteiras que nao servirao para nada na vida.

Beta disse...

Oi Vivian, sabe que eu pensei a mesma coisa que você sobre a rebeldia, o suicídio e tals? Acho que depois que a gente vira mãe a gente fica tentando "prever" o que pode acontecer com nossa cria. Agora comentar sobre leituras mais profundas eu não posso já que não tenho esse hábito. Comecei a tomar gosto pelos livros depois de velha e os clássicos não me encantam - ainda - espero poder reverter logo. Parece que a Stephanie não vai escrever mais nada sobre isso.
Beijos

ameixa seca disse...

Há escritores considerados geniais que eu também não gosto. E, por isso mesmo, não acrescentam nada de novo... então, descarto :)

Anônimo disse...

Olá! Eu li o Código, achei o livro bom e o filme uma porcaria, depois li Anjos... e aí como pensei que provavelmente seria o mesmo lixo nem perdi meu tempo em assistir o filme e quando vi teu post, então tive certeza disso. Realmente pra quem leu García Marquez fica difícil se contentar com tanta porcaria que existe no mercado hoje. Abraços. Márcia/BSB

Rafaela disse...

Amiga, não precisa se explicar, gosto não se discute... e esse é o seu ponto de vista, o blog é seo e aqui vc tem o direito de falar o que pensa, nóm?!

Bjus boa semana

Shilola disse...

Hehehe, que barato, né Vivian... Mas assim que é bacana. Ler de tudo, é ótimo!!! Afinal se não tiver algo mais ou menos, como saberíamos o que é bom de verdade?
O que vale de fato é aproveitar o que dá pra ser aproveitado em cada um dos livros que lemos, e só!
Mas que a maioria dos filmes viram uma gororoba sem pé nem cabeça, isso é. Ah, e leia sim o Anjos e Demonios. É o meu preferido do Dan Brown!!! :D Mas o filme... :(
Bjocas,
Carol

Shilola disse...

Hehehe, que barato, né Vivian... Mas assim que é bacana. Ler de tudo, é ótimo!!! Afinal se não tiver algo mais ou menos, como saberíamos o que é bom de verdade?
O que vale de fato é aproveitar o que dá pra ser aproveitado em cada um dos livros que lemos, e só!
Mas que a maioria dos filmes viram uma gororoba sem pé nem cabeça, isso é. Ah, e leia sim o Anjos e Demonios. É o meu preferido do Dan Brown!!! :D Mas o filme... :(
Bjocas,
Carol

Cris Maciel disse...

Ei Vi ! Desculpe amiga, mas sou fanática pela saga Edwárdica...kkkk Quer coisa melhor pra desestressar a cabeça? Mas acho q sou meio exceção com livros, detesto livros de auto ajuda ou q me fazem pensar demais...gosto de me divertir, de entrar na história...
A autora está pra lançar Midnight sun, que vai ser a história contada pelos olhos do Edward...e já lançou A hospedeira, que não tem nada a ver com vampiros e sim seres alienígenas...
Eu, por minha vez, estou lendo pela primeira vez ...E o vento levou, e amando. Mas tenho em mente a última coleção do Stephen King e o Senhor dos anéis...vixe, melhor a gente sentar e tomar um café...hihihi Bjocas mil

Maura disse...

Realmente é necessário tomar muito cuidado com a influencia que os livros, e qualquer outro meio, podem gerar!
Ah! Gostaria muito de contar com seu votinho na promo que estou participando:
http://www.meujeitoramarim.com.br/perfil.php?PessoaID=MzIyMg==
Dá pra votar até 5x!
Grata!
Maura

Wlady disse...

Oi Vivian!
Opiniões são pessoais e aqui é seu canto, portanto acho que você tem o direito de expor o que acha, mesmo que, talvez, não esteja certa.
Vi as fotos do seu bb de 1 mês, ele está muito fofo, forte, grande, um verdadeiro moçinho.
bjk

Elen disse...

Eu gosto de ler... e adoro mais ainda quando me trás uma lição...

abraços cheirosos e beijocas no baby

Pri disse...

Vivi, amo quando vc escreve assim!!! Tive q ler o outro post para entender melhor e amore! O blog é seu, e aqui vc tem o direito de falar o que quiser não é mesmo? Afinal, gosto não se discute!!!!!
E as crias, como estão?
beijos!!!!!!!!!!!!

Rafaela disse...

humpf... é, eu estava meio azeda, kkk

Mas já passou ;))

Maria Lúcia disse...

Oi
Gosto de ler o que você acha
dos livros sempre é bom,
ter mais uma opinião.
Saramago eu tenho aqui,
em casa .
Só falta ler rsrsrs....
Bom feriado.
Beijos...
Lúcia.

Girls de la Cruz disse...

Eu sabia que existia outra alma que nao tinha gostado destes livros... não passei do primeiro, não recomendo, não tenho vontade de ver filme, e nem ler mais por curiosidade. Brochei totalmente kkk
To com vc e não abro!!
Bjcas
Ma e toda cia