Pesquisar este blog

terça-feira, 25 de maio de 2010

H1N1

Obrigada pelos comentários. Acho de muita validade saber o que cada pessoa pensa a respeito dessa vacina, afinal, estamos à merce de algo desconhecido. Isso também aconteceu quando foram disponibilizadas as vacinas da gripe para os idosos, vocês lembram? Muitas pessoas disseram que era uma estratégia do Governo pra matar todos os nossos velhinhos, no entanto, o tempo provou que era bem o contrário.
Ontem levei as crianças ao pediatra, que por coincidência é dono de uma clínica de vacinas, e perguntei a ele porque ainda não estão disponíveis as vacinas pra gente comprar. Ele disse que todas estão no Brasil, mais especificamente em São Paulo, mas que como esse é um ano eleitoral, há pressão do Governo pra esperar haver uma epidemia e só aí liberarem as vacinas e eles ficarem como " os salvadores da pátria" e dessa forma amealharem muitos e muitos votos dos pobres cidadãos desinformados. Verdade ou mentira? Quem sabe?!!
Gostaria que todos lessem os comentários do post anterior, que está bombando de informações.
Mudando um pouco de assunto, na próxima segunda-feira, dia 31 é meu niver. E sabiam que vou ganhar uma festa surpresa? Sério, a minha cunhadinha e comadre fofa, Nívea, vai fazer uma festa pra mim, na casa dela, lá em Bauru, mais de 800 km aqui de casa. oje já começo a arrumar as malas, que não são poucas, pegar a criarada, por no carro e partir pra essa aventura. É a primeira vez desde que Adriel nasceu que vamos viajar tantos quilômetros assim de carro, a outra vez viajei de avião e foi bem tranquilo. Para as crianças e também nós, não cansarmos, vamos dividir a viagem em duas partes: 400km cada dia, aí será melzinho na chupeta. Depois de Bauru ainda vamos dar uma passadinha voadora em Sampa, coisa de 1 dia só, porque temos um compromisso muito importante aqui na cidade no dia 05. Portanto, ficarei sumida por uns dias, mas volto, se Deus quiser, firme e forte pra contar pra vocês sobre a minha festa de aniversário.
Essa semana ainda dou as caras por aqui, senão vocês me esquecem.
Não esqueçam de ler os comentários do post anterior que tem boas informações sobre a vacina da gripe.
Bjsssssss

14 comentários:

Gamela disse...

Vivian, querida, li todos os comentários do post anterior.
Fiquei chocada com o comentário do médico, e não duvido que seja verdade.
Pelo sim, pelo não acho muito importante a vacina.
Ano passado fui vítima da H1N1 e não foi fácil.
Beijocas e ótima festa de niver!!!

Larissa L. disse...

Oi Vivian!
Não li os comentários do post anterior, mas eu e minha filha já tomamos a vacina.
O que me deixou perplexa foi a campanha dos idosos contra a H1N1 ter sido feita antes, e agora, na vacinação contra a gripe comum, os postos de saúde só disponibilizarem a vacina tríplice, com a H1N1 de novo!! Isso pra mim é o maior marketing político absurdo!!
1º - poderiam vacinar mais pessoas com as doses que usaram 2 vezes nos idosos;
2º - como a vacina é com o vírus atenuado, corre-se o risco desses idosos que tomaram 2 vezes em tão pouco tempo, desenvolverem a doença.

Bj

Ana Carla Benet disse...

Eu morro de medo dessa vacina, ainda não tomei ... mas prorrogaram a data pra minha idade aqui no RJ. Aff ...

Obrigada pela visita !

Bjo

Ministério disse...

Ana Carla,
Não há do que temer. Existem sempre muitos boatos negativos quando um novo medicamento surge. A vacina contra a Influenza H1N1 foi previamente testada e é segura. Além disso, mais de 300 milhões de pessoas já receberam a dose no hemisfério norte. Vacine-se e incentive outras pessoas a se vacinarem. A imunização é importante para você e para as pessoas à sua volta.

Para mais informações,
fernanda.scavacini@saude.gov.br

Att,
Ministério da Saúde.

Simplesmente Luísa disse...

Que chique! Adoro festa surpresa, é uma demonstraçaão de carinho de quem faz, não acha!? Dia 31 é niver do meu irmão e tb da minha cidade! rs
Felicidades mil pra vc, aproveite bastante! Nos conte depois como foi a super aventura...
Beijos

Simplesmente Luísa disse...

AH!!!
Ontem levei minha filha para tomar a segunda dose... me arrpendi um pouco pq o lugar estava lotado e as pessoas estavam aplicando tão de qlqr jeito, as crianças choravam muito e minha filha ficou impressionada e acabou fazendo maior escândalo tb. Da primeira vez foi bemmm mais tranquilo e ela chorou só um pouquinho...
Aprendi a lição, injeção só em lugares calmos... assusta demais.
Beijos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Em portugal a suposta pandemia não gerou nada de grave. Não morreram mais pessoas do que na gripe normal, não houve pandemia nenhuma, nada a temer...

A partir de certa altura as pessoas deixaram de tomar a vacina, porque não valia a pena.

Cá em casa ninguém tomou e eu tenho um bebé com 15 meses.

Carol disse...

Vivi, eu e marido tomamos hoje, só uma dorzihnha chata. Felipe não; não entrou na idade minima.
Mas hoje quero é mesmo deixar meus votos de felicidades, muita paz, sucesso e que Deus esteja sempre com você!!

Bjs grandes!

Deusa disse...

Oi linda

Eu nem pensei duas vezes,a vacina já chegou e paguei R$120.00 pela primeira dose a segunda só dia 26/06 acho o cumulo do absurdo não vacinar as crianças gratuitamente,especialmente as que já estão na escolinha,e mesmo uma mafia este pais....meu marido já tomou tambpem e eu estava gripada,mas já vou tomar.
O problema e que a gripe existe e mata...e fortissima,e pense bem...não da pra ficar cheio de isso e aquilo quando tem uma gripe matando....seja o que for que o governo pretenda e necessario proteger primeiro as crianças....minha filha não absolutamente nenhuma reação,estou mais tranquila agora,e ainda tem a tal Dengue...um sufoco...
Beijim
Deusa
vasinhos coloridos

Ministério da saúde disse...

Gamela,
O Ministério da Saúde está cumprindo com sua responsabilidade com a promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros. A vacina contra Influenza H1N1 é segura e eficaz. Boatos difundidos pela internet é que prejudicam a prevenção contra o vírus. Para mais informações, acesse o site www.vacinacaoinfluenza.com.br .

Att,
Ministério da Saúde
comunicacao@saude.gov.br

Ministério da saúde disse...

ESpeCiaLmente GaSPaS,
De acordo com o último boletim, divulgado em janeiro de 2010, o Brasil teve mais de 27 mil casos de Influenza H1N1. Destes, 1.632 evoluíram para óbito. Esses números mostram a gravidade da doença no Brasil. Por isso o Ministério da Saúde está cumprindo com sua responsabilidade de promoção, prevenção e assistência à saúde dos brasileiros. É fundamental que o seu bebê seja vacinado, pois ele corre o risco de desenvolver a forma mais grave da doença.

Att,
Ministério da Saúde
comunicacao@saude.gov.br

Ministério da saúde disse...

Carol,
Parabéns pela sua atitude. Dessa maneira, você está ajudando o Brasil na luta contra a Influenza H1N1. A vacina é segura, e protege a população. O Ministério da Saúde está tomando todas as providência para impedir o avanço da Influenza H1N1 no Brasil, mas para isso é preciso a compreensão e ajuda de todos.

Att,
Ministério da Saúde
comunicacao@saude.gov.br

Ministério da saúde disse...

Deusa,
Todas as campanhas de vacinação se direcionam a um determinado público alvo. No caso dessa campanha de vacinação contra Influenza H1N1, o grupo prioritário foi definido com base em recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A estratégia para enfrentar a segunda onda da Influenza H1N1 não é vacinar toda a população, para conter o vírus. Isso porque não é mais possível conter esta doença. Por isso, a prioridade é vacinar pessoas que façam parte do grupo de risco. Ou seja, pessoas que correm mais riscos de desenvolver a forma grave da Influenza H1N1. Além disso, diversos países precisaram comprar vacina. E a indústria não consegue acompanhar a demanda. Principalmente pelo tempo de demora na fabricação da mesma. O Ministério da Saúde do Brasil comprou vacina suficiente para atender aos grupos prioritários.

Att,
Ministério da Saúde
comunicacao@saude.gov.br

Ministério da saúde disse...

Larissa L,
O SUS não disponibiliza vacinas tríplices. As vacinas são feitas de vírus inativo e por isso não provocam a doença.

Att,
Ministério da Saúde
comunicacao@saude.gov.br