Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de abril de 2011

TERAPIAS ALTERNATIVAS

Eis que passamos mais uma noite daquelas. Lembram que semana passada eu disse que os dois estavam no antibiótico? Pois bem, acabou na sexta, dia em que fomos passar o fim de semana em Curitiba e pegamos só sol e calor, algo raro pra lá.
No domingo, levantamos acampamento e ... percebemos que Adriel não estava bem. Dei o Dramim pros 2 e voltamos pra casa. Depois de 2h de viagem Adriel começou a reclamar: febre. Não era da viagem, certeza. Logo depois vomitou. Começou nosso pesadelo, stress, neuras, indagações e arrependimento de ter feito ele passar por esse desgaste desnecessário.
Fico pensando: por quê obrigar um pequeno projeto de homem a viajar conosco? Por quê tirá-lo da rotina de sono, alimentação e brincadeiras? Muitas mães dizem que não viajam sem os filhos, mas eu acredito que levá-los é submeter a um trauma desnecessário para a idade, pelo menos, quando são muito pequenos. Kiara já nos acompanha super bem. Está numa idade que sabe se comportar em qualquer ambiente, mas Adriel não. Ele só quer saber de agitar, correr, bater nas outras crianças, não entende que o quarto do hotel é pequeno e não somos donos do corredor pra ele ficar correndo e gritando, enfim. Imagino que fazemos isso por uma questão de egoísmo. Como não queremos ficar longe deles acabamos esquecendo dos problemas e levamos junto.

Essa viagem foi bem traumática. Adriel vomitou tanto que já estava saindo uma espuma gosmenta invés de restos alimentares. Fiquei com ele desmaiado em meus braços. Pra piorar, ele está resfriado, sim, 2 dias depois de sair do antibiótico ele ficou ruim de novo. É garganta. Passamos a noite em claro, com o menino nos braços, chorando a cada meia hora. Dá pra imaginar a minha cara de top model a essa hora, né?!!

Aí eu me pergunto: o que minha mãe fazia quando éramos crianças que nunca ficávamos doentes? Juro pra vocês, vou passar a usar terapias naturais. Lembro que nunca tomei antibiótico. Outro dia perguntei à minha mãe sobre umas vacinas que eu havia tomado e sabe o que ela me respondeu?!!!!! " vocês nunca tomaram vacinas" !!!!!! Fiquei estarrecida com essa resposta. Nunca pensei que minha mãe fosse tão displiscente com a nossa saúde. Mas pensando melhor, se a gente não ficava doente será que ela era mesmo largada?!!!

Lembro que eu tinha dor de garganta e sabe como minha mãe me curou?!!! semente de sucupira macerada no Biotônico Fontoura. Daí que outro dia vi uma matéria dizendo que é um crime dar Biotônico Fontoura para crianças pois tem um alto teor de álcool. Aí eu me pergunto de novo: mas eu não fiquei bêbada e nem sou viciada em álcool?!!! E daí, qual foi o crime cometido?!!! Lembro também quando tive anemia, minha mãe mandou fazer uma "garrafa" tinha vinho tinto (?!!!*) prego (?!@*) canela e mais um monte de coisas que deixava o troço muito gostoso, só de falar sobre essa garrafada me vem à memória o cheiro e o sabor que ela tinha. Só a título de curiosidade, nenhum dos filhos da dona Cenira é gordo, porque alguém pode dizer que esse tipo de coisa engorda, mas não na minha casa, isso eu posso garantir.

Aí só pra fechar com chave de ouro a proposta de terapias alternativas, tenho uma amiga que partilha do mesmo desespero que eu em relação às mazelas das crianças, me disse outro dia que um tio trouxe lá do nordeste, uma "garrafada" com milhões de coisas sinistras dentro, que é ruim pra caramba de tomar, e ela está dando pro filho e ele não ficou mais doente. Na hora fiquei pensando: ela só pode estar louca !!! Eu nunca daria uma coisa de origem duvidosa pros meus filhos tomar, mas ... a ocasião faz o ladrão e nesse exato momento estou morrendo de vontade de ligar pra ela e pedir pra dividir comigo essa garrafada mágica. Não aguento mais ver filho doente. Não aguento mais me sentir a pior mãe do mundo, me sentir falida no ato de cuidar, me sentir uma anta ao quadrado e paralisada quando vejo meus pequenos com febre, vomitando, chorando de dor e eu não posso fazer nada a não ser, medicar. Mas até quando a gente vai medicar??!!!! Pior que isso é ouvir algumas mães dizerem: meu filho nunca tomou antibiótico. Aí sim, dá vontade de pedir licença e ir ali me jogar do vigésimo andar.

Então, estou aqui, pedindo encarecidamente aos meus 6 leitores, dicas de tratamentos, urucubacas, rezas ou seja lá o que for, para ajudar essas crianças a terem a imunidade alta e eu pode entrar pro seleto grupo de mães que não dão antibiótico para os filhos !!!!!!!!!!!!!



Bjssssssssss

15 comentários:

Simone disse...

Tô dando floral para o Matheus... depois de 5 semanas em que ele passou mal (quando não era por uma coisa, era por outra!). Até o humor melhorou... e a última crise de tosse (gripe, corisa e afins) curei com vick no peito, costas, pescoço e sola do pé... minha mãe curava a gente assim!!! Depois dessa entrei com floral... e até agora nem sinal de nada! E que continue assim!

Saltapocinhas disse...

eu sou mais velha que tu (muito mais :() e quando era pequena tinha muitas dores de garganta. lembro-me que levava 2 injeções e ficava boa. acho que deviam ser antibiótico. e levei todas as vacinas que por cá, já naquele tempo,era obrigatório, não ficava ao critério das mães.
os meus filhos também tiveram problemas na garganta muitas vezes, até se pôs a hipótese de operar, mas felizmente o pediatra achou melhor que não. e, depois de adultos tornaram-se bastante saudáveis. todas as crianças pequenas que conheço tomam antibióticos, devem ser cada vez mais sensíveis aos vírus e mais imunes aos antibióticos, penso eu.
não sei como são os médicos por aí, mas confio mais nos remédios do que em mezinhas caseiras. só as uso quando nenhum ingrediente é estranho (como leite com casca de limão, mel e canela para a tosse, ou então xarope de cenoura).

essas perturbações costumam passar com a idade, tem calma que não tem nada a ver contigo.

o que te aconselho é a só dares antibiótico quando é mesmo necessário, primeiro deves ver se passa só com medicamentos para baixae a febre que não fazem tão mal.

Cristina disse...

Oi Vivian, não sei se o fato deles irem pra escolinha muito cedo influencia. O Antônio foi com 5 meses pois eu trabalhava fora e me incomodei um monte, com dores de ouvido desde pequeninho,era antibiótico atrás de antibiótico e só parou com uns 3 anos. Com a Alice que está com 1 ano e 7 meses nunca dei nenhum antobiótico, até agora só passou mal mesmo uma vez por conta de algo que deve ter comido com febre e vômito. Pra mim, acho que a escolinha favorece bastante eles pagarem algo mais fpacil. Agora tem um remédio na farmácia, que é natural e ajuda no aumento da imunidade, cheguei a dar um período pra Alice, é Unkan, alguns pediatras indicam. Não sei se fez efeito pelo remédio mas se perdi três noites de sono com problemas de saude da Alice foram muitos. Beijocas pra ti e melhoras pros filhotes.

Lia disse...

kkk desculpe sei que vc está preocupada mas minha mãe era a rainha destas garrafadas...
Ainda uso essa receitas de antigamente com o meu filho ... xarope de caraguatá pra dor de garganta ... chá de folha de broto de goiabeira pra diarréia ... benzo "buço virado"...
O bom é vc pegar uma pessoa beemmm experiente e que você confie que ela vai dar umas dicas legais tenho certeza.

kazon disse...

Olá, somos uma indústria de cosméticos localizada na capital Mineira. Gostei muito do seu blog e gostaria de lhe convidar a seguir o nosso. O endereço é: http://kazonpresente.blogspot.com/. Será um prazer ter você como seguidora.
Obrigada.
Karyne Araújo.
Assessora Comunicação Kazon.
comunicação@kazon.com.br

Kelly Pereira disse...

Ai amiga, nao sei nem o que dizer, mas desejo melhoras para voces ai. A unica coisa que dou pro Gianluca sao vitaminas de crianca mesmo para prevenir, mas sinceramente, nao eh nossa culpa que eles se enfermam. Beijos e saudades
P.S. Te ligo mais tarde

Fabiana disse...

Vivian,
Fique tranquila....amiga!
Meus filhos também já passaram muito por isso.
Agora, que estão mais grandinhos, essa fase passou.
Mas o meu filho quando era pequeno me dava muito trabalho, até pneumonia ele teve...com 8 meses.
Fiquei no hospital com ele, durante 3 dias, e tinha que ver a judiação que foi para achar a veia dele, para colocar o soro.
Só por Deus...
chorava junto com ele...aff!
Mas Graças a Deus, já passou.
Quando eles são pequenos tem baixa imunidade.
Por isso,não se culpe, amiga!
Eu que acompanho esse blog desde a epoca que o Adriel estava na sua barriga, sei que mãezona você é.
beijos

Mayara disse...

Oi Vivian. As melhoras para o Adriel. Bjs

Carol disse...

Poxa Vivian... eu não tenho como te ajudar porque não conheço ninguém que faz remédios caseiros, mas sei que minha mãe curou minha bronquite com garrafada que foi inclusive enterrada na terra por não sei quanto tempo antes. Meu marido também sarou de bronquite e reumatismo com a tal garrafada.
A gente ouve dizer que as tais garrafadas fazem milagres e não sei de nenhum caso de alguém passou mal por tomar esses remédios caseiros. Mas pelo menos acho que deve saber quais os ingredientes que as compõem, né?
Melhoras pro seu filhinho.
Beijos

Mari Hart disse...

Sabe que já tentei até acupuntura com Leo?! Mas morri de pena com a cabeça dele cheia de agulha igual um porco espinho! Para mim tb remédio é último caso, mas tem vezes que não tem jeito e não adinta se culpar! Antigamente era diferente, não tinham tantas opções e a boa e velha simpatia da vovó era o melhor remédio!

Melhoras por gatinho! =)

Beijão!

Eu Mulher disse...

Não sou de tomar as garrafadas pois tenho muito medo do que eles colocam dentro, rsrsrs.

Já experimentou dar vitamina C todos os dias? Sei que a Vitamina C deixa a imunidade lá em cima.

Beijos

almacigana disse...

Olá.Entra no site Saúde e Beleza.Vc vai amar.Conhecera Vitaminas e nutríentes necessários ao organismo,sem falar no livro virtual q vc adquire e nos emails q recebe lhe dando informações.O livro é grátis,sou seguidora desse site,e adorei.Aprendi para q serve o q ingerimos e os maravilhosos sucos para aumentar a imunidade.Olha eu aqui fazendo a propaganda do que não é meu.Mas divulgo esse site com muita segurança do que falo,ou melhor dizendo escrevo.Bjs e melhoras.

Tahitiehaqui disse...

Vivian,

o Biotônico fez parte da nossa geração. Essa história de álcool aí...uuuu, rendeu!
A receita da minha mãe era BF com ovo de pata e leite condensado. Uma delícia! (hum, que vontade de meu agora...hehe)
Eu era muito magricela, e ela me dava uma colherada todo santo dia.
Não virei alcoolatra nem balofa, nem nada de ruim.
Vou fazer uma campanha para o retorno no Biotônico!!! rs rs rs

Bjs
Andressa

Tahitiehaqui disse...

AH, esqueci de te dizer: chazinho de gengibre ajuda muito nas crises de dor de garganta e amigdalite.

Bjs

Aida disse...

a BOLA DA VEZ PARA IMUNIDADE, GRIPE RESFRIADO, AMIGDALITE, ETC,ETC. É O FITOTERÁPICO unkan E OSCIloccinum ( homeopático laboratório francês)
Pergunte ao pediatra. Meu filho tomou e foi ótimoooooooooo!