Pesquisar este blog

domingo, 21 de setembro de 2008

CARNE DE PORCO COM QUIRERA



Marido adora comidas um tanto "exóticas" como dobradinha, carne de viado, carne de tatu, codornas, pomba etc. E essa quirera é uma das coisas que ele adora, mas em 11 anos de casados eu nunca tinha feito. Cada vez que batia a vontade, ele corria pra casa da mãe dele pra comer rs. Mas estou progredindo, e já me disponho a fazer algumas das suas excentricidades. Sempre entortei o nariz pra esse prato, quirera me lembra comida de animal rs. Aí fui ao mercado e comprei o triguinho e resolvi fazer. Achei muito fácil e ficou bem gostoso, apesar de que eu apenas provei pra ver se o tempero estava bom.

Ingredientes:

1 kg de costelinha de porco

1 xícara de triguinho (quirera)

1 cebola picadinha

3 cabeças de alho amassadinho

salsinha e cebolinha

alecrim

osmarim

1 caldo de carne

sal a gosto e limão

Modo de preparo:Primeiro piquei a costelinha e retirei o excesso de gordura. Temperei com sal e limão. Use uma caçarola grande pra fritar essa costelinha. Coloque um pouco de azeite de oliva na caçarola e despeje a carne. Vá mexendo até ela começar a soltar uma água. Tampe a panela e mexa de vez enquando pra poder cozinhar de todos os lados. A água vai secando e a carne começa a fritar. Não é necessário adicionar muito azeite, pois a própria carne solta o seu óleo. Costumo deixar a carne de porco beeeeem fritinha, quase torrada, pois é assim que gostamos aqui em casa.
Enquanto a carne vai fritando, coloque um caldo de carne em meio litro de água e leve pra ferver.
A quirera eu lavo umas 3 ou 4 vezes em água corrente e depois adiciono água quente até cobrir e deixo de molho por 30 minutos.
Numa panela frite a cebola e o alho até dourar. Adicione a carne de porco que já está frita. Adicione as ervas aromáticas que tiver a disposição, a quirera (escorra a água), mexa bem e adicione o caldo de carne cobrir tudo. Vai parecer uma sopa. A partir daí, deve-se ficar sempre de olho na panela, pois a quirera libera amido e vira quase uma polenta, por isso, deve mexer sempre pra não grudar no fundo. Em meia hora o prato está pronto, contando a partir do momento que se adiciona a quirera. Eu deixei mais de 1h em fogo beeeem baixo pq o marido ligou dizendo que ia atrasar pra chegar pro almoço. Como fiquei com medo de tirar do fogo e estrgar, resolvi deixar ali, fervendo em fogo baixinho.
Experimente e depois me conte um "causo".

29 comentários:

ameixa seca disse...

Desconheço totalmente a quirera... mas ficou com um aspecto de sopa consistente :) Deve ser bom!

Talula disse...

Tenho minhas reservas com carne de poro, mas teu prato ficou lindo!
:)

margaret disse...

O que a gente não faz para agradar nossos maridos né? Eu nunca tinha ouvido falar nesse prato...eu pessoalmente nao gosto muito de coisas meladas nao...com caldo...mas pela receita parece ser gostoso...talvez se ficasse mais durinha...rs....
beijocas

Mari Rezende disse...

Vivian, você falou muito bem: quirera é comida de pintinho!Minha avó dava isso para eles, hahahaha!!!
Nunca imaginei que pessoas comiam isso também... Seu marido tem gostos estranhos mesmo, hehehe!

Ah, vi a foto fofíssima da Kiara comendo o muffin e pensei em você para uma brincadeira que deixei lá no blog, junto com um presentinho. Se você quiser participar... ;D

Beijinhos!!

Canela disse...

Esse prato convence.
Não sei o que é quirera..
Bj

Neyma disse...

Ola Vivian,
Também não conheço quirera, mas achei o prato bastante apetitoso, acho que meu marido iria gostar bastante. Encontro em supermercado?
Vem escrito quirera no pacote? É feito de que, trigo partidinho como aquele que se faz quibe?
Obrigada pela visita, adorei!
Beijinho

Siliani disse...

Vivian, amo de paixão esse prato não sei fazer mas agora minha amiga, com essa sua receitinha bem esplicadinha deixa comigo vai ficar uma djilícia.Igual o pé de moleque que vc ensinou eu fiz menina aquilo é o maior pecado desse mundo pra quem quer imagrecer.Beijos assim que fazer te falo.

Naninha disse...

Eu amo, amo de paixão esse pratinho maravilhoso, nossa com esse friozinho é perfeito!
Beijos

Mundo de Alice disse...

Aqui na fronteira do Brasil com a Argentina se come este prato...
acho que a maneira de fazer também é igual
bjs

Luciana Macêdo disse...

Preparo uma receita mais ou menos como a sua sóque com canjiquinha, não sei se é a mesma coisa. Gosto muito destas receitas caseiras, esta é típica de Minas Gerais.
Bjus no ♥

Lina Jehle disse...

Eu conheço esse prato como nome de: "Canjiquinha c/ carne de porco" ! Quirera é a mesma coisa que canjiquinha e é uma comida típica de Minas Gerais. É uma delícia !!

Ficou linda a sua canjiquinha !!

Bjs

Eduardo disse...

Parabéns - principalmente pela dedicação!

Apenas um detalhe: quirera não é triguinho, pois é feita de milho seco, quebrado. A mesma coisa que xerém e canjiquinha.

Um abraço

Anônimo disse...

quirera com carne de porco - não sei a origem desse prato mas sei o quanto é DELICIOSO uso suan de porco e paio fica maravilhoso - mas como faz tempo que não faço essa iguariavim consultar a internet e não sanei minha duvida com sua receita - não lembro se devo ou não colocar agua para cozinhar a quirera ou se pode e deve cozer na gordura da carne MAS QUE É UMA DELICIA ISSO É,,, VALEU MAS NÃO ESCLARECEU

Anônimo disse...

Wanderly
Sobre a composição do prato, deve ser esclarecido que QUIRERA é o milho moido ou amassado, que serve para tratar de filhotes de galinha, já quando se esa para a alimentação humana se dá o nome de CANJIQUINHA, e o prato é originário da culinária mineira.

No último feriado saboreei uma deliciosa feita pelo meu sobrinho em Poços de Caldas.

Luana disse...

Como esse povo não sabe o que é quirera? As vovós adoram fazer...
E bem feitinha fica uma delícia.
Parabéns!

Edemar disse...

OLA MENINAS QUE LEGAL VCS AGRADANDO OS MARIDOS
VI QUE VARIOS COMENTARIOS A RESPEITO DA QUIRERA QUE É COMIDA DE PINTINHO OU OUTRAS COISA MAIS ELA É MAIS CONHECIDA COMO CANJIQUINHA PROCURE EM QUALQUER MERCADO TEM

Anônimo disse...

AMIGA!!! PRÁ QUEM COMEU ¨VIADO¨, DIZER QUE TBÉM GOSTA DE ¨POMBA¨ REALMENTE É UM POUCO EXÓTICO NÃO ACHAS? HEHEHEHE ...E ADORA COMER QUIRELA DE MILHO, DAQUI A POUCO ELE VAI ESTAR PASTANDO OU DEGUSTANDO UM ¨PINTO¨ KKKKKKKK

Naninha disse...

Não axo quirera um prato exótico, tbm não é conhecido como "cajiquinha", para mim canjiquinha é querirera doce...
aqui em SC, na serra, onde eu moro é tão comum que é servido nas escolas...
E assim como muitos pratos a base de milho, tbm é servido aos animais mas, não é exclusivo deles.
Axo que vc deveria provar, não sabe o que está perdendo..
A pode ser servido tbm com carne de frango fica uma delicia e é mais leve..
bjos

elizangela disse...

sua receita é maravilhosa ...
sempre faço em casa ...
as crianças amam de paixão ...
esperimente fazer a canjiquinha doce ...
faça como se faz a cajica ...
com certeza vc vai gostar
Parabéns

Anônimo disse...

Esses maridos... vim procurar a receita pq meu marido quer q eu faça pra ele! Sempre comi isso em casa, mas nunca fiz... aqui no Paraná é super normal comer quirera!!

léia disse...

é verdade, aqui no Parana é um prato extremamente comum e diga-se de passagem DELICIOSO. quirera encontra-se em supermercados e é selecionada, não é aquela grossa que se dá para pintinhos ou galinhas, pode ser feito com costela defumada, linguiça, suã e paio e até de frango, conforme o gosto, muito bommmmm aqui ém Curitiba come-se até em excelentes restaurantes..

Anônimo disse...

Amigas esse prato não é tão exótico assim, é um prato que provavelmente suas avós comiam e se deliciavam, tenho muitas saudades de minha vosinha que fazia e a gente lambia os dedos com a carne de porco, ah... não é só pintinho que come quirera não viu ....rsrsrs bjks

Anônimo disse...

Aqui no sul é muito comum e uma DELICIA bem temperadinho hummmmm nesse frio cai muito bem
Parabéns o seu deve ter ficado uma delicia
Adriana/SC

Sonia disse...

huuummm delíciaa, muito boa essa receita mesmo.
Aqui no sul é tradicão, quem não conhece não sabe o que ta perdendo vlw.

Kelly disse...

muito bem aq em casa tambem sempre gostamos e agora no inverno tem quirera pra todos os gostos

AUGUSTO disse...

Aí pessoal,
CANJIQUINHA ou XERÉM é um prato típico mineiro e muito saboroso como a maioria dos pratos mineiros.
Não deve ser lavado pois perde parte do amido que é o que o deixa cremoso.Eu faço prôs amigos e faz o maior sucesso.Na minha receita eu ponho couve rasgada (aliás é oque pede a receita original).
Aquí em São Paulo é facilmente encontrado nos super-mercados.

Anônimo disse...

Gente, Quirara e Canjica sáo diferentes, embora sejam derivados do milho moído, Qureira, bem mais moído e a canjica poko mais grosso, a Canjica é para pratos preferivelmente Doces e a Quirera com carne ou apenas ela com temperos de ervas, maravilhoso, usado como alimento animal sim, mas dizer que é comida de Pintinho e não alimento humano, não é desconhecer, é ser burro mesmo...

thiago disse...

aqui no paraná esse prato é bem comum....fica muito bom e é parecido com a que eu faço essa aí emcima...

marta disse...

quiera é uma delicia principalmente no inverno, aquece e poucos conhecem mesmo só quem é do interior ou morou no sitio... parabens pela sua receita.