Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Cueca Virada (Grôstoli)

Ultimamente ando nostálgica. Venho procurado recordar receitas de infância, que quando sinto o cheiro me lembro de algo bem lá do passado.
No post anterior falei sobre o pão e o bolinho de pão. Nesse vou passar pra vocês essa receita que minha mãe fazia (utilizava na massa salamoníaco) de quilos e guardava em latas de banha que se conservavam pra mais de mês em casa. Como ela tinha muitos filhos pequenos e trabalhava horrores, era necessário fazer tudo em grandes quantidades e guardar.


Tirei fotos lindas de todo o preparo da massa, mas como estou de máquina fotográfica nova, acabei deletando sem querer todas as fotos que havia feito. Mas o episódio da câmera conto em outro post.
Cueca Virada (Grôstoli)

Ingredientes:
- 4 ovos
- 1 e 1/2 xícaras (chá) açúcar
- 1/2 xícara (chá) óleo
- 4 colher (chá) fermento em pó
- 1 e 1/2 xícara (chá) de leite
- farinha de trigo suficiente
- óleo para fritar
- açúcar e canela para polvilhar

Modo de Preparo:
Em uma tigela, bata os ovos com o açúcar, o óleo e fermento. Junte o leite e vá adicionando a farinha de trigo aos poucos, até a massa desgrudar da tigela. Sove muito bem, abra com um rolo pequenas quantidades da massa e corte em retângulos. Faça um corte no meio de cada retângulo e passe por dentro dele o lado oposto. Frite em óleo quente e polvilhe com açúcar e canela para servir.
Variações:
minha mãe costuma colocar erva doce desidratada e um pouquinho de noz moscada ralada na massa. Ela fica com um perfume sensacional.
Provem e depois me contem um "causo".

25 comentários:

Anônimo disse...

hummmmmmmmmmmmmmmmmmmm!
Que vontade de comer essa cueca virada!!!!
Vou fazer.
Beijos,
Nívea

Tânia Saj disse...

Nossa...quanto tempo não como isso....amo....e os teus ficaram tão lindos!

Saltapocinhas disse...

o nome é bem engraçado!
não gosto muito de fritar, mas vou ter de experimentar este!!

que tipo de fermento usas?
daquele de latinha?

Canela disse...

Parece delicioso.......
Bj

Gourmandise disse...

Eu comia uma montanha de cueca virada quando visitava a nonna do meu primo nas férias. Era tão bom! Tenho a receita dela, mas até hoje não fiz por receio de não ficar pefeita quanto a minha lembrança...
bjo

evinha disse...

ah coisas que remetem a nossa infancia são sempre coisas deliciosas, mesmo quando não sao assim grandes coisas...
e acho que o cheirinho de certas coisas são marcantes demais, mais ate que uma imagem.
quando venho aqui sinto ate vontade de virar uma cozinheira... rs

laila disse...

minha avó faz a olho, lembranças de como sua mãe fazia...ficou conhecida em casa como besteirinha...ninhguem lembrava o nome ao certo, então são as besteirinhas da abu...
adorei saber q fizeram parte da sua infancia tbm!bjs

Ziza disse...

Nunca comi um que fosse "de verdade". Sempre os comprei na padaria - hehe. Acabaste de ganhar minha admiração irrestrita :)

margaret disse...

Eu conheço como bolinho de chuva pois os ingredientes sao os mesmos. Só que ao inves de abrir a massa pega pequenas porções com a colher e frita. Minha mae que fazia e de vez em quando eu peço pra minha secretaria fazer. (mas nem fica igual a da minha mae). Chega fico de agua na boca so de pensar...é uma deliciaaaaaa. Tanta coisa boa de nossa infancia né? Volta e meia tambem fico lembrando...é bommmmmmm

Glau disse...

dá mta saudades dos velhos tempos, ne

bjos, glau

Odete disse...

Vivian me vi na sua historia. Minha mae tambem fazia montes deles, para alimentar o pelotao la de casa. Acho que essa guloseima eh bem tipica no sul, neh!
Tao bom, queria unzinhos agora :(

beijos

Neyma disse...

Ola Vivian,
Adorei suas receitas de pães e esta "cueca virada", ta de dar agua na boca!!
Obrigada pela visita ao meu blog, adorei seu comentario.
Beijo

Marcia disse...

Vivian, que delícia, Lembrou-me o tempo em que minha avó fazia sequilhos e eu moldava. Tinham que ser todos do mesmo tamanho, pois, se não fossem, ela desmanchava para enrolar de novo. Estas coisas não se esquecem.
Adorei sua visita, faça isto sempre.

Nana disse...

Vivian,
não tem uma versão assada não?!
Adorei a receita, vou copiar querida.
Bjs

Lina Jehle disse...

Eu acho que cueca virada está para o sul assim como o bolinho de chuva está para o Rio !!
Assim como vc nós temos a cueca virada na lembrança e ainda temos nos lanches da tarde !! rsrsrs Só que na nossa receita vai uma colher de cachaça e não é com salamoníaco!!
Ficaram lindas !!

bjs

Eliana Scaramal disse...

Cueca virada é muito bom, e com friozinho que está aqui me deu vontade de comer. hehehe

Silvia Arruda disse...

Eu nunca tinha ouvido falar desse biscotinho cueca virada! Que interessante!!

Lú! disse...

Êeee delíciaaaaaa...
Eu adoro uma cueca virada (rsrs não sabia que esse era o nome, rsrs!)
Agora tô numa dieta danada! mais quando perder os quilinhos a mais faço a receita pra ganhar de novo!
kkkkkk
Vi, tô esperando o seu email...só até amanhã heim?!
Não precisa ser de um ambiente, pode ser de qualquer objeto que vc goste muito, ou que tenha algum significado importante pra vc!
Espero heim!
Bjocas

Mari Rezende disse...

Que delícia de receita e de memórias, Vivian!! Você me lembrou a minha avó, que também guardava toneladas de biscoitinhos doces em latas de banha, hehehe...
Beijinhos!

Luciana disse...

Eu gosto demais disso... nham, nham... que vontade!
Bjos, Lú.

ameixa seca disse...

Adorei o nome... o sabor deve ser muito bom :)

thaina simoes disse...

adoreii muito bom sensasional maravilhoso !!!!!!! DE ++

Leticia de disse...

ameii muito bom fico delisioso !!! ::)) muito bomm

Isabel disse...

Nossa já faz um tempão que eu procurava essa receita, eu comi quando era criança e adorei, minha mãe perdeu a receita e eu só lembrava que tinha cueca no nome. Que bom que você postou essa receita é uma delícia!

franciele disse...

nossa que receita mais boa adorei de mais adoro cueca virada fiz ficou uma delicia