Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de outubro de 2008

FILHOS - PARTE II

Existe uma frase de Machado de Assis que diz: “filhos, por quê tê-los? “ e existe uma complementação dela, que não lembro quem fez, talvez Cristovão Tezza “...Mas se não tê-los, como sabê-los?”

É tão bom ver tantas opiniões diferentes sobre um tema tão polêmico quanto a maternidade. Não discordo de nenhuma das opiniões dadas aqui, acho que cada um tem suas razões para o que disse, e com certeza, daria muito pano pra manga, muito debate esse assunto. Fico feliz em poder conversar sobre outros assuntos que não apenas os culinários, como se estivéssemos em volta de uma mesa, depois do jantar, tomando uma bebida e discutindo algum tema filosófico.
Ainda não me decidi por nada. Ao mesmo tempo que quero, não quero mais. Me lembro quando fiquei sabendo que estava grávida da Kiara. Oito anos de casada, 28 anos de idade, casa própria, carro, vida confortável, tudo que as pessoas esperam pra poder ter um filho, mas foi um susto. Chorei, ri, senti frio, calor, fui dormir, levantei, andei como barata tonta pela casa. Foi um misto de sentimentos que até hoje não consigo explicar direito.

Me senti incompetente, incapaz de poder criar uma criança. Achei naquele momento que nunca seria capaz de ser mãe. Mas a natureza é sábia, faz a gente esperar 40 semanas pra ter o filho nos braços e esse tempo é fundamental pra se acostumar com a nova responsabilidade. Eu dizia que nunca tive um cachorro pra não ter que me estressar ou então, quando me cansasse dele, não ter que achar um novo dono. Mas filho, esse não tem como você se cansar e doar, viajar e deixar, ir dormir e não cobrir. Filho é muita coisa. Filho é a melhor coisa. Mas eu ainda não sabia. Demorei quase 3 meses pra me acostumar com a idéia de que seria mãe, de que estava gerando uma sementinha dentro de mim.

Hoje percebo o quanto a Kiara faz parte da minha vida. O quanto ela me preenche, me completa e me ensina a ser uma pessoa melhor. Percebi que a vida tem mais sentido quando temos um filho – seja ele adotivo ou não - . Ela é a melhor coisa que já aconteceu em minha vida, por ela eu vivo. Amo esse sentimento. Me sinto orgulhosa de cada conquista sua. Quando ela dorme, fico olhando ela deitadinha na sua cama, com a respiração suave, bochechas coradas, coisa mais fofa do mundo, dá vontade de beijar beijar beijar !!!

A gente faz tudo pelos filhos. Achava essa frase drástica, mas hoje sou partidária dela. Como sempre dizia meu marido (antes de eu ser mãe): só quem tem filho sabe o que é isso !!! É verdade.

Qual a idade certa pra ter? Não sei, com o avanço da medicina vemos as mulheres cada vez mais adiando esse desejo e conseguindo engravidar depois dos 40 !!! Sim, mas muita gente vai dizer que isso não é idade de ter filhos, mas netos!! Não sei. Cada um tem planos pra sua vida e existe a hora certa pra cada um deles entrar em ação.

Obrigada meninas por deixarem aqui a importante opinião de vocês e quero dizer mais uma vez que foi uma delícia bater um papinho.

Enjoy !!!!

32 comentários:

Guida* disse...

Oi Vi, gostei do assunto e das diferentes opiniões que gerou.
Passe lá no meu cantinho e pegue o selinho azul que deixei para si.
Beijo grande*

Karla disse...

Oi Vivian, só tenho que lhe dizer que qualquer que seja a sua escolha vai ser a correcta =)

beijinhos

Regiane disse...

Oi Vivian!
Um assunto que dá pano pra manga...rsrsrsr

Eu tenho uma só e quando ela nasceu eu estava com 29 anos.

Formada e trabalhando na minha área a notícia da gravidez foi um susto!

Mas ao mesmo tempo o melhor e maior presente da minha vida.
Não tenho a menor pretensão de ter mais filhos e acho que a maioria da nossas mulheres da nossa geração pensam da mesma maneira.
Beijos
Regiane

ameixa seca disse...

Eu vou fazer 27 e não me sinto minimamente preparada para ser mãe. Cada dia que passa eu penso que o meu relógio não pára e a minha vida está estagnada. Mas já passaste por isso, sabes o quanto é delicioso e importante... eu sou da opinião que ninguém merece ser filho único :)

Nana disse...

Vivian!
Tudo acontece na hora certa e podemos dizer que na hora errada.
A vida prega peças, mais deliciosas que existem!
Se queres agora, deixe acontecer, nada de previnir.
Pode ser que apareça agora ou não!
Deus sabe o que faz.
Bjs

Viviany disse...

Vivian queriida , como eu não comentei ontem , vou falar hoje pra vc , o que eu ouvi há tempos atrás , " O melhor presente que vc dá pra sua filha é um irmão " , eu acho isso , a mais pura verdade ... Eu esperei 5 anos e me arrependo um pouquinho , devia ter tido antes , então se resolver , manda bala e passeia depois , hehehe
bjão*

Inspirações da Jô disse...

Esse poema de Vinícius de Morais ilustra realmente esse universo dos filhos, que por sinal eu amo de paixão , principalmente o fim dele que é mais ou menos assim: Que coisa louca,
Que coisa linda
Que os filhos são!!!!!!
Mas retomando o assunto, já passei por essa fase dos filhos, e agora estou só na "estragação" com meu neto, mas em tudo isso quero ressaltar que criança em casa é vida,e que a cada dia eu aprendo mais e mais com a lindeza do meu neto!!!!E a propósito, sua filha é uma bonequinha!!!!!!Sintetizando tudo que foi descrito acima, o mais importante nessa vida é ser feliz!!!!!!!Ser muito feliz com nossas escolhas!!!!!E que vc faça ao longo de sua vida, ótimas escolhas!!!!!!!!!!!
Beijo grande e até mais!!!!!!!

Inspirações da Jô disse...

Ah!Esqueci de dizer:O novo background ficou dez!!!!!!!!!Bj.

Canela disse...

Gostei do seu texto,mas tambem da foto é linda a menina!
Bj

Mari Azevedo disse...

Vivi, esse assunto com certeza dá pano pra manga... se a gente for ficar pensando demais, acaba não fazendo. Se não te falta estrutura para ter outro filhote, então... pare de prevenir, e se acontecer, ótimo!! =D
Deixe nas mãos de Deus, mas dê seu "empurrãozinho", cortando qualquer método preventivo... tenho certeza que um irmãozinho para a Kiara será uma deliciosa surpresa... beijos, linda!

Claudia disse...

Tive minha filha com 26 anos e levei sim um baita susto quando soube, mas o maior susto foi quando me descobri grávida de meu segundo filho, hj com 2 anos. Eu tinha desistido de ter outro filho e minha filha estava com 12 anos, entrei em pânico, chorei muito, fiquei com medo, mas hj tenho certeza de que o Pedro Henrique foi um presentão, inclusive pra irmã, que ficou bem menos egoísta depois da chegada dele.
Acho que ter um filho é sempre meio assutador, é muita responsabilidade, mas também é bom demais. Se vc quer, vai fundo.

beijão

Andrea Dohashi disse...

Cabe somente á nós uma decisão tão importante como essa! Eu tive um, e ouço milhares de pessoas me dizerem que quem tem um, não tem nenhum, não penso assim! Conheço pessoas que tiveram vários filhos e hoje estão só! A minha decisão é por um, mas se mãe natureza está falando alto em você novamente, porque não? O que não posso negar é que filhos são uma alegria, e o nosso maior bem! Qualquer que seja a sua decisão, tenha boa sorte e seja muito feliz com ela!
Beijinhos.

Eliana Scaramal disse...

Que linda essa princesinha!! :)

www.saboresdalica.blogspot.com

Wlady disse...

Vivian, passeando por alguns blogs achei o seu, que é muito interessante! Quanto ao seu dilema, já passei por ele. Quando minha filha estava com 9 anos engravidei, eu estava com 36 anos, quase nos 37 anos, foi uma gravidez desejada. Passei alguns anos na indecisão, todas as suas dúvidas também eram as minhas. Mas parei para pensar um pouco na minha filha. Ela ficaria feliz sem irmãos, considerando que eu tenho; e sem possíveis sobrinhos; ...? então, decidimos ter mais um filho. Quando ela soube que eu estava grávida ela me disse que sempre desejou um(a) irmã(o). Decidimos ter e estamos felizes, hoje com uma de 15 e outra de cinco.

liler disse...

Oiii!!!
Ai que fofa! Acho que ela está merecendo um irmãozinho tão lindo quanto ela hein...
Quando resolvi criar coragem para ter meu segundo filho, foi guiada pela vontade de dar um irmãozinho para minha linda. Hoje ensino pra eles que tem que ser um pelo outro...
O tempo passa e dá tudo certo...
Bjs e até mais...

Emília disse...

Oi Vivian, que post bacana, e assunto complicado! Eu já tenho 33 e nenhum filho, as vezes eu falo que quero, daí meu marido fala, então vamos ter...daí eu volto atrás rss. Imaginar ser mãe é muito bom mas falar seriamente em ser mãe me deixa um branco na cabeça, não consigo pensar.
Mas você já é mãe, e acho que tem uma visão diferente de quem ainda não é! Seja muito feliz na sua decisão!!
Beijinhos

Sr. Insônia disse...

A pergunta que não quer calar:
quando virá o(a) irmãozinho(a) da Kiara ? ;-)

margaret disse...

uauuuuuu...amei a ideia...ja pensou????? eu em jacuipe rodeada de amigas???? menina....eu ia ficar super ultra feliz...

POPI by Paula disse...

Fechou com chave de ouro,
é isso ai amiuuuuuga
qdo for pra ser...será!!!?
bjus
Paula

Odete disse...

Que lindos esses cupcakes. Fizeram uma boa moldura para sua linda Kiara.
Foi uma boa troca de ideias, ah!
Aqui estamos noutra fase, a torcida pelos netos que pelo jeito ainda vao demorar.


Beijos

Chris disse...

Que blog delicioso!! amei, muito legal mesmo, nao so receitas mas bate papo depois... e falar sobre criancas que adoro!! filhos entao, penso em um dia ter com certeza!! E ja penso que farei tudo com certeza...deve ser mesmo uma sensacao muito gostosa ve-los dormir respirando com um anjinho!

Que Deus abencoes muitoooo essas criaturinhas fofas e inocentes!

Obrigada por sua visita no meu bloguito!!

Beijo

Ana Carla Benet disse...

A minha filhota vai está com 2 anos e meio, e vou dar um irmãozinho pra ela em breve (no máximo daqui 1 ano). Uma amiga sabia me disse q não temos o direito de privar nossa filha de ter um irmão(a). A tendencia natural são os pais irem primeiro, e quem fica ? Se temos irmãos tudo é mais fácil...

Eu terei mais um ... e fecho a conta ! rs

Boa Sorte
:o)

Ana Carla Benet disse...

Xiii, desculpe os erros de digitação ... é q Gabi tá aqui puxando meu braço pra eu ver o que tá passando na TV ! rs

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Que coisa mais linda essa menina, hein?
Beijocas,

Axly disse...

Adorei esse texto, muito bonito mesmo.
Eu tenho quase a idade que tinha quando ficou grávida, mas ainda não estou preparada.
E nem digo no sentido de querer ter filhos, há 3 anos atrás, essa idéia era impensável para mim, não queria ser mãe.
Mas me tornar mais madura, conhecer meu marido, me fez ver que isso é o natural da vida e hoje, sonho com meus pequenos.
Mas como disse, ainda não posso, pois estou lutando para conquistar essa vida confortável.
Mas quando acontecer, sei que será esse misto de sentimentos.
Kisss pra ti^^

margaret disse...

Realmente, ficar gravida, ter filho é tudo isso que voce falou. acho que todo mundo passa por essas sensações...filho da trabalho mas todo o resto compensa e acho que o filho ou filha é o orgulho de toda mae...
lindo seu texto....

agora minha amiga, mudou o template pra docinhos? ficou lindo viu, mas é muito tentador na minha atual fase dietetica...to tentando nao olhar pra eles....rs

ahhhhh....e aquelas telinhas sao mesmo caras...nem sao artistas conhecidos embora sejam lindas...por isso que olhei, olhei, olhei e so tirei foto...rs...

beijocas

Lina Jehle disse...

Ao final do "Poema Enjoadinho" Vinicius conclui:
"(...)Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem xampu
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!"

Tenho filhos q teimaram em crescer rapidamente,... meus meninos já estão indo pra faculdade e voando para o mundo. Sempre acrediteiq gravidez é um voto de confiança do universo à minha capacidade de amar, na minha capacidade de doação.

Namastê

Anônimo disse...

Sempre vejo tuas receitas deliciosas no teu blog mas nunca deixei comentário, quando vi o assunto "Filhos" resolvi escrever. Pois bem, também sou casada há 10 anos, já alcancei estabilidade financeira, essas coisas q todo mundo quer, casa, carro, etc. Tenho 32 anos mas nunca quis ter filhos, nem gosto de falar sobre isso pq a maioria das pessoas acha a idéia egoísta. Só que realmente não acho que o mundo valha a pena para eu colocar um ser humano nele, e gosto da minha vida assim sem compromisso de ser responsável por outra pessoa, também gostamos muito de viajar eu e marido e com criança não seria da mesma forma. É isso, abraços, Márcia/BSB.

Hazel disse...

Viv, o meu dilema é igual ao teu... e ainda não encontrei resposta para ele. Por isso, como tenho receios e dúvidas, considero isso um sinal de que devo aguardar...

RENATA ARAUJO disse...

Confesso que este é um tema que toca fundo no meu coração, pois acho que nasci para ser mãe.
Todo mês fico na expectativa de ter esta surpresa maravilhosa, mas ainda não chegou minha hora...
Quando chegar acho que será o dia mais feliz da minha vida!!!
Bjkasss

A dona da cozinha disse...

Vivian,
que coisas lindas escreveu sobre ser mãe !
estou acompanhando o assunto de filhos desde o outro post e talvez por ainda não ter o meu filhote não me senti capacitada para participar, mas as suas palavras neste post...me tocaram, que coisa linda!
eu tenho 29a e faz três anos que eu tento engravidar mas a cegonha não me visita . eu tenho certeza que logo logo ela chega, mas a espera às vezes é tão chata !!
;)
b-jocas,paula

evinha disse...

SER OU NÃO SER...
ai mulher, eu vivo o mesmo dilema que tu. Minha razão me diz que outro filho é o equilíbrio ideal, companhia pra isadora quando ela crescer, quando eu e eder não estivermos mais aqui ela ter com quem contar, não ser só no mundo... Poder ter sobrinhos e ser tia... tsc tsc
Mas o meu coraçãozinho não pede, não sente vontade de outro bebe... são decisões tão complicadas de serem tomadas e quanto mais o tempo passa pior é ... aiai... rs
deixei um meme pra tu igaul ao que minha mae deixou... rs!
bjocas e bom fds